Natália Matos, cantora e compositora paraense, mistura em suas canções o calor e a intensidade de ritmos latinos com o pop contemporâneo, destacando-se por uma poética romântica e existencialista.

 

No momento Natália trabalha na produção de seu terceiro disco. O projeto tem a produção musical de Alexandre Kassin que constrói com a artista os caminhos deste álbum de canções inéditas, em arranjos que dosam o pop do seu segundo disco com a latinidade de seu disco de estreia e avançam na diversidade de suas composições. 

 

 

Seu segundo disco “Não Sei Fazer Canção De Amor”, produzido por Léo Chermont e direção Artística de Carlos Eduardo Miranda, aparece entre os 100 melhores da música brasileira de 2017, assim como o seu disco de estreia, lançado em 2014 pelo Natura Musical e produzido por Guilherme Kastrup. Ambos cotados entre os 30 melhores discos brasileiros pelo site internacional Beehype em seus respectivos anos de lançamento.

 

Natália já se apresentou no Festival Recbeat (PE) - ao lado de Mestre Vieira; no espetáculo Terruá Pará 2013 (PA/SP); no programa Cantoras do Brasil do Canal Brasil; no Prata da Casa do Sesc Pompeia (2014-SP); na SIM São Paulo (2014-SP); Festival Conexão Belém (2014-PA) – convidada de Dona Onete; Festival Conexão Belém 2015 (PA); no Festival Se Rasgum (2015 e 2018- PA),  no Festival SÊLA (2017-SP); Festival MANA (PA-2017); Festival Filomedusa (Teatro Amazonas - 2018); Festival Vento (SP); Sesc Itaquera (SP); Sesc Santana (SP); Sesi Rio Vermelho (BA); CCSP-SP; BNDES - Rio de Janeiro.